Blog do Miguel Faccio

◄◄◄ Dúvidas quanto a navegação do site, clique em "NAVEGAÇÃO".►►► Este Blog tem a finalidade de levar a você o resultado de uma vida de estudo, de dedicação e de aprofundamento dos conhecimentos revelados pela Fonte Suprema. Dou ênfase aos RAIOS DIVINOS OU CHAMAS que é uma das últimas revelações à humanidade, deixando de ser do domínio secreto.

PLV111 – Livro 3 – Diário, 10, 11/07/2010

10/07/2010

E o Verbo se fez carne e habitou entre nós. A palavra de Deus precisava ser trazida através de um homem. Por isso mandou que Jesus viesse à terra para representar a sua palavra, a sua vontade, a sua Lei. Jesus entre outros ensinamentos deixou-nos o maior mandamento: “Ama a Deus sobre todas as coisas”. Este é o primeiro e o principal mandamento. Dele se extraem todos os outros. Nele está contido a resumo de nossa vida. Não podemos, de forma alguma, dar maior importância a outras coisas do que a Deus. Assim como nos adverte Jesus: “Não podeis servir a Deus e a Mamon”. Ou ama um, ou ama outro. Se der maior importância às coisas materiais, não posso estar servindo a Deus. Jesus acrescenta mais: “Aqui está o segundo semelhante o primeiro. Ama ao teu próximo como a ti mesmo”. Esse mandamento engloba toda a nossa vida de relação. Tenho que amar da mesma forma a Deus, ao próximo e a mim mesmo. Se estiver dando a um, maior importância que ao outro, estarei rompendo o equilíbrio da harmonia universal.

11/07/2010

Os bens materiais são a distribuição da disponibilidade material do planeta. Os homens é que usurpam para si parcelas superiores a suas necessidades. Com isso, falta a grande quantidade de pessoas até o pão que mitiga a fome. O apego aos bens terrenos não permite uma divisão equânime. Para muitos, quanto mais, mais querem ter. Isso faz com que se desvie o principal objetivo dos bens materiais, que é o de satisfazer as necessidades do ser humano. Sempre que se dá aos bens materiais importância exagerada eles se tornam nossos algozes. E os homens seus escravos. Os bens que se possui não é o problema. O problema está no apego a esses bens, de tal forma que dominam a nossa alma. Nesse caso, eles são o caminho da perdição. Não é a riqueza que impede o homem de entrar no reino dos céus, mas o apego que ela exerce sobre a alma humana. Daí, a necessidade de estarmos sempre atentos para não tentar servir a dois senhores como diz Jesus. A riqueza deve satisfazer as necessidades do corpo, porque ela termina junto com ele. Jamais a riqueza poderá satisfazer as necessidades da alma, senão, em vez de satisfazer, ela irá escravizar.

 

Deixe uma resposta


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0