Blog do Miguel Faccio

◄◄◄ Dúvidas quanto a navegação do site, clique em "NAVEGAÇÃO".►►► Este Blog tem a finalidade de levar a você o resultado de uma vida de estudo, de dedicação e de aprofundamento dos conhecimentos revelados pela Fonte Suprema. Dou ênfase aos RAIOS DIVINOS OU CHAMAS que é uma das últimas revelações à humanidade, deixando de ser do domínio secreto.

PLV2406 – Livro 18 – Diário, 06/04/2018

06/04/2018

A controvérsia no entendimento das igrejas cristãs é quanto a Jesus ser Deus. Quanto a isso, há duas respostas: sim e não. Sim quanto ao seu ensinamento, no Evangelho de João 10:34, onde Ele diz: “Vós Sois Deuses”. Quanto a isso, não há dúvidas, pois, em tudo o que existe, naquilo que vemos e naquilo que não vemos, Deus está presente através de sua energia criadora/regedora. Não, porque Ele mesmo diz em várias passagens dos Evangelhos, “Eu de mim mesmo nada sou. Não sou eu quem faço, é o Pai que está em mim quem faz”. Pela sua evolução, Ele não pode mentir. É claro, Ele, como nós, é Deus em evolução. Jesus, sim, foi talvez o maior mestre que pisou este planeta. Quanto a isso, não pode haver controvérsia. O que houve foi a interpretação errada há mais de quinze séculos quando alguém, lendo o Evangelho, encontrou essa sentença de Jesus: “Eu o Pai somos um”, e dela deduziu erroneamente que Jesus seria Deus junto com o Pai e o Espírito Santo. Ao deduzir isso, esqueceu de uma passagem do Gênesis, onde Deus se apresenta à Moisés como o Deus Uno, e diz em outra passagem: “não terás outros Deuses diante de mim”. O que houve foi a fixação demasiada à letra escrita às mentes incultas, pastores, agricultores, pescadores, analfabetos e com o entendimento muito reduzido. Mas hoje, com a evolução do pensamento, da lógica, da razão e das ciências, precisa ser repensada a letra da Escritura, porque “a letra mata, o espírito da letra é que vivifica.

Deixe uma resposta


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0