Blog do Miguel Faccio

◄◄◄ Dúvidas quanto a navegação do site, clique em "NAVEGAÇÃO".►►► Este Blog tem a finalidade de levar a você o resultado de uma vida de estudo, de dedicação e de aprofundamento dos conhecimentos revelados pela Fonte Suprema. Dou ênfase aos RAIOS DIVINOS OU CHAMAS que é uma das últimas revelações à humanidade, deixando de ser do domínio secreto.

PLV2169 – Livro 17 – Diário, 10/08/2017

10/08/2017

O espírito desce à matéria na busca de sua evolução espiritual. Entra em um corpo físico que não o obedece. Este corpo está vazio. É através do seu consciente exterior que o espírito pode agir e interagir na matéria densa. Acontece que este consciente exterior está vazio, pois, para preenchê-lo, precisa da experienciação dos cinco sentidos, que é através deles que o consciente exterior se forma. Para este consciente exterior, não há distinção entre atos praticados pelo corpo. Não sabe distinguir o bem do mal. Não sabe distinguir o que é bom e o que é perigoso. Para que conheça as coisas, precisa experienciar tudo, porque nada sabe, e seu DNA o impulsiona para a experienciação, para poder preencher seu consciente exterior, que é onde é guardado tudo o que precisa aprender e mesmo aquilo que não deveria aprender. Aqui está a importância dos pais em dar princípios e limites, desde a mais tenra idade, para que o pequeno ser saiba o que pode e o que não pode fazer, não para proibi-lo, mas para que saiba que certas coisas são prejudiciais ao seu próprio corpo. Quando o espírito encontra essas condições em um corpo físico, lhe será bem mais fácil encontrar as condições necessárias para cumprir o objetivo de sua descida à matéria. Em um consciente exterior obediente encontrará mais facilidade para sua busca. Pelo contrário, em um consciente exterior malformado, levará de volta ao mundo espiritual mais resgates para suas próximas encarnações.

Deixe uma resposta


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0